ENQUETES

Como você avalia o atendimento do Detran-MT?

PUBLICIDADE

Cotidiano / EM DILIGÊNCIA
13.09.2017 | 08h23
Tamanho do texto A- A+

Policial civil morre após viatura capotar no interior de MT

Outros três investigadores ficaram feridos no acidente, que aconteceu nesta terça em Pontes e Lacerda

Divulgação

Clique para ampliar

O policial civil Wilder Botelho Queiroz (no detalhe) que morreu em acidente com viatura

THAIZA ASSUNÇÃO
DA REDAÇÃO

O investigador da Polícia Civil Wilder Botelho Queiroz, de 27 anos, morreu após a viatura em que estava capotar, em Pontes e Lacerda (448 km de Cuiabá), na tarde de terça-feira (12).

 

De acordo com assessoria da Polícia Civil, outros três policiais estavam no veículo. Eles foram socorridos e encaminhados para uma unidade de saúde da cidade.

 

Os quatro investigadores - três homens e uma mulher - estavam em diligência na região de São Gonçalo rural, a 60 quilômetros do centro de Pontes e Lacerda, quando um disparo acidental atingiu o pé do investigador Dejander de Souza Santos, que precisou ser socorrido para atendimento médico.

 

No retorno, segundo a Polícia Civil, a viatura com os investigadores perdeu o controle e capotou, levando à morte de Wilder Queiroz, que era integrante do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Pontes e Lacerda.

 

Outros três investigadores - sendo um já ferido pelo disparo acidental - tiveram ferimentos pelo corpo. A investigadora sofreu um corte no couro cabeludo, com muito sangramento.

  

Todos os feridos foram levados para o Hospital Santa Casa de Pontes e Lacerda. Não há informações sobre o atual estado de saúde dos feridos. 

 

Wilder Queiroz era natural de Mirassol D' Oeste e havia ingressado na Polícia Civil na turma que se formou em 2016.

 

A caminhonete envolvida no acidente com os investigadores passará por perícia, assim como a arma de cano longo que disparou acidentalmente.

 

Luto

 

"É um momento de imensa tristeza. A Policia Civil de Mato Grosso expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados", disse o delegado geral da Polícia Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi.

 

O delegado geral, o diretor do interior, Wladimir Fransosi, e a chefe de gabinete, Cleibe Aparecida de Paula, irão acompanhar o velório do policial, que ocorrerá em Mirassol D'Oeste. 

 

Os diretores também devem seguir até Pontes e Lacerda para acompanhar o estado de saúde dos três policiais feridos. 

 

 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados