ENQUETES

Você já decidiu em quais candidatos irá votar nestas eleições?

PUBLICIDADE

Cotidiano / JOGATINA
11.07.2018 | 14h00
Tamanho do texto A- A+

Polícia apreende anotações com nomes de filho e ex de Arcanjo

Polícia Civil fechou uma das centrais do jogo do bicho em Cuiabá na tarde desta terça-feira (11)

Reprodução

Clique para ampliar

Apreensão foi realizada pela GCCO na tarde de terça-feira

CÍNTIA BORGES
DA REDAÇÃO

Entre os itens apreendidos em uma central do jogo do bicho desarticulada em Cuiabá nesta terça-feira (10), policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) encontraram anotações com nomes do filho e da ex-mulher do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

 

Na ação policial ainda foram apreendidos envelopes, papeis e cheques, anotações com os nomes do filho de Arcanjo, João Arcanjo Ribeiro Filho, e da ex-mulher dele, Silvia Chirata Arcanjo Ribeiro.

 

Na ação, a Polícia Civil deteve quatro homens e 50 máquinas usadas nas apostas.

 

Em depoimento, um dos homens detidos afirmou que as máquinas apreendidas pertenciam a um homem que trabalhava para empresa Colibri. A marca Colibri, que pertencia a Arcanjo, ficou conhecida nos anos 90 com o jogo do bicho. 

 

Alair Ribeiro/MidiaNews

Luiz Henrique Damasceno 27-02-2018

Delegado: "É muito cedo para constatar qualquer coisa. Existe muito folclore por trás disso, a gente ainda está investigando"

No entanto, de acordo com o delegado da GCCO, Luiz Henrique Damasceno, as investigações ainda estão em curso e é cedo para relacionar o jogo com a família Arcanjo Ribeiro. 

 

“É muito cedo para constatar qualquer coisa. Existe muito folclore por trás disso. A gente ainda está investigando. Precisa passar mais na análise”, disse ao MidiaNews.

 

A legislação trata a exploração de jogos de azar, no caso o jogo do bicho, como contravenção penal. Conforme o delegado, esse é um crime de menor potencial ofensivo e por isso levará as provas colhidas ao Ministério Publico Estadual e ao Judiciário . 

 

“Como a pena é muito pequena, nós encaminhamos para a Justiça e Ministério Público tomarem ciência, e depois veremos quem chamamos para ser ouvidos”, disse o delegado.

 

A apreensão

 

Uma equipe da GCCO recebeu uma denúncia de que havia um lugar onde estava sendo feita a clonagem de cartões de crédito. No entanto, os policiais descobriram que se tratava de um ponto de jogo do bicho.

 

Após atender a ocorrência, os policiais foram até um estacionamento na Rua Barão de Melgaço, onde encontraram diversos materiais de anotações, cheques de diversos bancos, e mais de R$ 900 em notas.

 

Entre o material apreendido, também havia duas cópias do livro "O Maravilhoso Mundo dos Sonhos", que trata da interpretação de sonhos.

 

Ao todo foram quatro homens presos e 50 máquinas usadas nas apostas apreendidas no local da denúncia.

 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web