ENQUETES

Na sua opinião, os "Amarelinhos" da Prefeitura de Cuiabá:

PUBLICIDADE

Cotidiano / SANTO ANTÔNIO DO LEVERGER
20.04.2017 | 08h23
Tamanho do texto A- A+

Fiscalização apreende 196 kg de pescado irregular

Entre as espécies apreendidas estão cachara, pacu e pintado

Gcom-MT

Clique para ampliar

A ação foi realizada em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental

DA REDAÇÃO

A equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apreendeu 196 kg de pescado irregular e quatro redes de pesca no município de Santo Antônio do Leverger (a 34 km de Cuiabá) na tarde desta terça-feira (18.04). Ninguém foi preso. A ação foi realizada em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA).

 

Conforme o coordenador de Fiscalização de Fauna e Flora da Sema, Júlio Reiners, as espécies apreendidas eram de cachara, pacu e pintado e estavam escondidos em uma caixa térmica no meio do matagal próximo ao Rio São Lourenço. Os peixes foram encaminhados para a Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado do Mato Grosso (Politec), onde serão avaliados, e se estiverem em condição de consumo humano serão doados para instituições filantrópicas.

 

O coordenador explica que nos próximos dias serão lavrados os autos de infração que indicarão o valor da multa baseada no Decreto n° 6514, de 22 de julho de 2008, que estabelece punição de R$ 700 a R$ 100 mil para este tipo de pesca irregular.

 

Regras para pesca

 

Embora esteja fora do período de defeso da piracema, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009. Ela estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso.

 

As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

 

Denúncias

 

A pesca depredatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838; no site da Sema, por meio de formulário; ou ainda nas unidades regionais do órgão ambiental.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados