ENQUETES

O que você achou da eliminação da seleção brasileira da Copa da Rússia?

PUBLICIDADE

Cotidiano / SEGUNDO DIEESE
15.04.2018 | 10h56
Tamanho do texto A- A+

Cesta básica em Cuiabá acumula alta de 5,8% em 2018

Salário-mínimo ideal para manter uma família de quatro pessoas seria de quase R$ 3,7 mil

Reprodução

Clique para ampliar

Cesta básica na Capital custa R$ 398, segundo Dieese

THIAGO TERCIOTTY
DA TVCA

A cesta básica em Cuiabá acumula alta de 5,8% nos três primeiros meses de 2018, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Cálculos da instituição apontam que o salário-mínimo ideal para manter uma família de quatro pessoas na capital seria de quase R$ 4 mil.

 

Para economizar, o consumidor faz tudo que pode para levar mais por menos. E essa equação é quase um malabarismo.

 

“Às vezes, tem a promoção e a gente vai direto nela. O que estiver mais caro, deixamos de lado”, afirmou a dona de casa Jandira Domingues.

 

O salário mínimo, na teoria, deveria suprir as necessidades do trabalhador e da sua família, como: alimentação, moradia, educação, saúde e transporte.

 

A realidade, no entanto, é bem diferente. Tanto que o dieese estima que o salário mínimo deveria ser de quase R$ 3,7 mil. Bem diferente dos atuais R$ 954.

 

A pesquisa do Dieese mostrou que a cesta básica em Cuiabá custa R$ 398. E para levar todos os itens, os cuiabanos precisam trabalham 91 horas e 55 minutos.

 

“Ele tem que trabalhar mais dametade do mês para se manter ativo, alimentado e em condições de continuar trabalhando. Essa é a nossa ralidade hoje", afirmou a economista Núbia Selhorst.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web