ENQUETES

A que você atribui a renovação da Assembleia e da Câmara neste ano em MT?

PUBLICIDADE

Cotidiano / TIROTEIO NA UPA
14.02.2018 | 09h27
Tamanho do texto A- A+

Bebê e mulher estão em estado grave; enfermeira já recebeu alta

Eles estão entre as cinco pessoas que se feriram durante tentativa de resgate de preso, nesta terça

Divulgação

Clique para ampliar

Os feridos no tiroteio estão internados no Pronto-Socorro de Cuiabá

THAIZA ASSUNÇÃO
DA REDAÇÃO

Duas das cinco pessoas baleadas dentro da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Morada do Ouro, em Cuiabá, estão internadas em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro.

 

O caso ocorreu na tarde de terça-feira (13), quando bandidos armados tentaram resgatar um preso que estava aguardando atendimento médico.

 

Conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura de Cuiabá, estão em estado grave o bebê V.H.C.M., de apenas seis meses, e uma mulher identificada como Dayane da Silva Romão, de 33 anos.

 

O bebê foi atingido na mão e no tórax. Segundo a assessoria, ele passou por um procedimento cirúrgico na tarde de ontem para fazer a sutura da mão.

 

Agora, os médicos aguardam sua recuperação para avaliar a necessidade de retirar ou não o projetil do tórax. Conforme a assessoria, o bebê está com pneumonia, motivo pelo qual aguardava atendimento médico na UPA.

 

Já a mulher, que foi atingida no tórax, também passou por um procedimento cirúrgico de drenagem no abdômen.  

 

Os demais feridos - o agente prisional Dirley de Pinho Pedro, de 34 anos, com dois tiros na perna; a enfermeira Rosemeire Sousa da Silva, de 51, com um disparo na perna, e Estefani Camargo Santos, 22, mãe do bebê - passam bem.

 

Conforme a assessoria, a enfermeira inclusive já recebeu alta.

 

Segurança

 

Na manhã desta quarta-feira (14), a secretária de Saúde Elizeth de Araújo avaliou a necessidade de uma estrutura diferenciada para atendimento médico de reeducandos na Capital.

 

“Na verdade nós já estávamos conversando com a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos  Humanos (Sejudh) sobre essa demanda desde o ano passado. Mas, claro, agora depois de tudo isso, teremos que tomar uma medida urgente”, disse.

 

“É preciso garantir atendimento médico aos reeducandos dentro das penitenciárias e só deslocá-los para as unidades de saúde de fora em caso de emergência. Nesse caso em questão, por exemplo, não havia necessidade de deslocamento do reeducando. A Polícia vai investigar, mas tudo indica que foi armado. Tanto que ele foi avaliado na UPA e recebeu alta”, afirmou.

 

A secretária esteve nesta manhã na Unidade de Pronto Atendimento e relatou que o clima é pesado no local. 

 

"Já retornou o atendimento normal, me reuni com a equipe aqui. A preocupação maior é com a equipe que estava no plantão ontem e deve retornar amanhã. Psicólogos serão disponibilizados para atendê-los para que eles possam retomar aos trabalhos motivados", disse.

 

Cerca de 10 policiais militares fazem a segurança nesta manhã no local.

 

O caso

 

Segundo João Batista Pereira, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso, uma equipe do SOE (Serviço de Operações Especiais) do Sistema Prisional estava chegando com o preso para o atendimento, quando foi cercada por dois veículos.

 

Neste momento, os ocupantes dos dois carros desceram com armas pesadas, dando início a uma troca de tiros.

 

O tiroteio aconteceu quando o preso era levado para a chamada sala de classificação, que é onde a equipe médica avalia a urgência do caso para encaminhamento médico. Ali trabalha a enfermeira que se feriu.

 

Os bandidos tentavam resgatar José Edmilson Bezerra Filho, de 31 anos, que está preso na Penitenciária Central de Cuiabá. Apesar da ação dos comparsas, ele não foi resgatado.

 

Leia mais: 

 

Cinco ficam feridos em tentativa de resgate de preso em UPA

 

 

 




Clique aqui e faça seu comentário


6 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

deny revoltado  14.02.18 22h04
deny revoltado, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas
Roseni  14.02.18 15h35
O detento adentrou a sala de recepção da UPA, com apenas dois policiais. E minutos antes eu estava na parte externa do recinto e não avistei nenhum policial fazendo ronda ou de plantao la.
7
1
Roseni  14.02.18 15h33
Vai ter psicologo para as pessoas que la estavam aguardando atendimento?
13
0
Júnior  14.02.18 14h41
Sou primo do agente carcereiro que levou 2 tiros E está até agora no coredor do pronto Socorro hoje pela manhã a secretaria de saúde deu uma entrevista falando que todos estão sendo atendido soque isso é mentira ele está desde hontem das 7 horas da noite no pronto Socorro no corredor agonizando de dor E isso que o agente público prisional ganha por defender a sociedade de bandidos corredor do pronto Socorro se humilhado pra ser atendido fazer uma cirúrgia por favor pessoal que a secretaria de saúde pelomesnos respeitáce a nossa familha a dor e a nossa preocupação como nois ja vimos que ela não vai ajudar não quer ajudar o dirley pelomesnos respeitáce e di isso não ficace mentindo os coredores do pronto Socorro está cheio de pacientes ela tem que cuidar disso e não ficar mentindo prefeito toma uma posição sobre a saúde brigado
19
0
Rubens Almeida  14.02.18 12h14
O país está em guerra civil, de um lado o cidadão de bem e de outro os criminosos, detalhe: Só um lado está armado e organizado e com a proteção dos direitos humanos.
17
0
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados

Ver em: Celular - Web