ENQUETES

Você acha que os políticos, conselheiros e empresários alvos da PF serão condenados?

PUBLICIDADE

Agronegócios / AGROEXPORTAÇÕES/CARNE
14.09.2017 | 06h30
Tamanho do texto A- A+

Exportações totais de carne bovina se recuperam e crescem 34% em agosto, diz ABRAFRIGO

O resultado de agosto foi expressivo e um dos melhores dos últimos anos, com as vendas em toneladas crescendo 34% e a receita em 35%

do Portal do Agronegócio

Com a elevação das exportações totais de carne bovina in natura e processada nos últimos quatro meses, o Brasil já alcançou o mesmo nível de movimentação obtida no ano passado entre os meses de janeiro e agosto e, na arrecadação de divisas, o resultado levou a um crescimento de 5% no período. O resultado de agosto foi expressivo e um dos melhores dos últimos anos, com as vendas em toneladas crescendo 34% e a receita em 35% - de 108.628 toneladas em agosto de 2016 para 145.869 toneladas em agosto de 2017 e de US$ 449 milhões para US$ 606,7 milhões.

 

Estas informações consolidadas são da Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO) obtidas através da compilação de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), através da SECEX/DECEX. Para a entidade, que reúne frigoríficos responsáveis pela produção de 50% da carne bovina brasileira, o mercado externo está atravessando um momento muito favorável ao produto brasileiro no momento e que está sendo aproveitado por quase todos os países exportadores que estão elevando suas vendas, principalmente para o mercado chinês.

 

A ABRAFRIGO acredita que, se esta tendência se mantiver até o final do ano, o Brasil poderá superar um pouco a meta de crescer 10% em relação a 2016, que já foi num ano de queda nas vendas, atingindo a comercialização de mais de 1,5 milhão de toneladas. No acumulado de 2017, as vendas de carne bovina in natura e processada alcançaram a 930.466 praticamente empatando com o total obtido em 2016 no mesmo período de janeiro a agosto. Já as receitas estão 5% acima: US$ 3,77 bilhões atualmente contra US$ 3,58 bilhões em 2016.

 

A China, a através das importações continentais e as realizadas através da cidade estado de Hong Kong, continua a ser o principal cliente para o produto brasileiro: no acumulado de janeiro a agosto já importou 297.077 toneladas da carne bovina brasileira, propiciando uma receita de US$ 1,365 bilhão e sendo responsável por 37% de total exportado pelo país. Na segunda a posição está a Rússia que vem paulatinamente ampliando suas aquisições com 103.445 toneladas e receita de US$ 333 milhões.

 

Em terceiro está o Egito, com 83.424 toneladas, também recuperando suas compras, e na quarta posição o Irã, com 75.242 toneladas. Cabe lembrar que, ainda como resultado da Operação Carne Fraca e dos problemas que o setor vem enfrentando desde o início do ano, as vendas para a maior parte dos países que formam a Europa Ocidental estão bem abaixo do esperado. No total, 66 países ampliaram suas aquisições do produto brasileiro enquanto que outros 82 reduziram suas compras no período.

 

 

Fonte       http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/exportacoes-totais-de-carne-bovina-se-recuperam-e-crescem-34-em-agosto-diz-abrafrigo-163400




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados