ENQUETES

Com mais esse escândalo, você acha que Temer deve renunciar?

PUBLICIDADE

Agronegócios / PECUÁRIA DE QUALIDADE
08.05.2017 | 21h15
Tamanho do texto A- A+

CRV anuncia LowN Sires, reprodutores com reduzida concentração de nitrogênio ureico no leite

No Brasil, primeiro reprodutor comercializado com a característica é Superstition, da raça Jersey

DO PORTAL DO AGRONEGÓCIO

A CRV Ambreed, central do Grupo CRV na Nova Zelândia, seguindo o conceito de rebanho eficiente, fez uma descoberta genética que reduzirá a lixiviação de nitrogênio nas fazendas daquele país em 20% em 20 anos e resultará em uma indústria de laticínios mais saudável.

A empresa anunciou que ofertará ao mercado touros que são desejáveis para características tradicionais, bem como geneticamente superiores para um novo traço que está relacionado com a quantidade de nitrogênio ureico no leite.

A CRV Ambreed passou a vender sêmen de touros cujas filhas terão reduzida a concentração de nitrogênio ureico no leite (MUN em inglês), sob a marca LowN Sires. No Brasil, a CRV Lagoa também comercializará sêmen de reprodutores com essa característica, como o touro Superstition (Jersey).

O gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da CRV Ambreed, Phil Beatson, diz que há evidência internacional esmagadora de uma conexão direta entre essa característica e a quantidade de nitrogênio excretado na urina quando os animais são alimentados com dietas diferentes. “Se essa conexão continuar, as vacas criadas para níveis mais baixos de MUN devem excretar menos nitrogênio na urina, o que, por sua vez, reduzirá a quantidade de nitrogênio lixiviado da pastagem”, diz.

A causa principal do nitrogênio lixiviado no solo e nas vias de água vem da urina da vaca sendo concentrada na terra. Parte do nitrogênio excretado é convertido em gás, alguns são absorvidos pelas plantas e uma quantidade substancial é lixiviada com o tipo de solo.

A CRV Ambreed tem pesquisado a conexão entre a MUN e nitrogênio na urina há cinco anos e já identificou mais de 20 touros com a composição genética desejável para baixos níveis da característica.

A ligação entre a MUN e a menor produção de nitrogênio já foi reconhecida na pesquisa internacional, mas acredita-se que seja a primeira vez no mundo que a característica específica foi criada e promovida, diz a empresa.

Beatson diz que a pesquisa da CRV Ambreed olhou especificamente o que poderia ser feito em torno do nitrogênio urinário (UN). O nitrogênio absorvido pelas vacas em sua dieta é convertido em cinco áreas: proteína de leite (+ ureia); crescimento (o músculo é a proteína); estrume; gases e também urina – o mais interessante do ponto de vista ambiental.

Desde 2012, a CRV Ambreed analisou a concentração da MUN em 650 mil amostras de leite e analisou-os para entender o que é herdado, para criar um valor da característica para todos os animais.

Os agricultores neozelandeses que começarem a testar o rebanho a partir de junho de 2017 terão os valores de MUN do seu rebanho até o final do ano.

 

Fonte      http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/crv-anuncia-lown-sires-reprodutores-com-reduzida-concentracao-de-nitrogenio-ureico-no-leite-158179




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados