+Marcelo F  16.05.18 13h26
+Marcelo F, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas
Edmar Roberto Prandini  16.05.18 13h22
Se a literatura da UFMT tem um professor que desconhece os vocábulos da língua portuguesa a ponto de escrever o verbo "obcecar" com a letra "s" no lugar do "c", (redação do autor: "...em prol de uma “Ideia” perversa e obsecada por corrupção. Pois bem.) É um erro que não pode ser causado por falha de digitação, mas tem origem em confusão conceitual e de desconhecimento do idioma, o que não seria aceitável em um professor de literatura, como ele se apresenta; então, explica-se, pela limitação da sua capacidade intelectiva, porque não compreenda que haja um processo de matriz política e não jurídica a determinar a condenação de Lula nesse episódio do apartamento triplex. As consequências políticas futuras dessa torcida por extirpar a principal liderança política do país dos últimos quarenta anos de nossa história da definição de rumos do país serão desastrosas. A responsabilidade pelas consequências funestas terão como responsáveis diretos aos autores dos impropérios dessa condenação, mas toda a torcida anti-Lula também terá culpa, de qual não se livrará pelo fato de tentar fugir. PS: Não sou "lulista" e defendi sempre que Lula não deveria candidatar-se novamente a Presidente, até que o movimento Anti-Lula perdeu as rédeas do equilíbrio e ingressou no percurso da barbárie.
14
15
henrique do carmo barros  16.05.18 13h19
Comungo com muita coisa do seu texto Professor Roberto Boaventura, porém, salvo melhor juízo há um equivoco na citação da música da dupla Dom e Ravel à qual atribui a composição do hino da seleção na copa de 70. Na realidade a dupla surfou no sucesso, financiado pelos governos militares, "eu te amo meu Brasil eu te amo/ meu coração é verde amarelo e branco azul anil..." Porém não prejudica a associação que fez e retrata bem a pobreza da música panfletária cantada pela Beth Carvalho.
8
3
ROBSON JOSÉ  16.05.18 11h33
É essa hora que eu sinto orgulho dos meus alunos do 6º aninho, são mais inteligente do que alguns partidários que se metem a dar opinião nos jornais, esse é um deles, que pena desse professor, será professor mesmo? Me preocupo com seus alunos.
12
31
Regina  16.05.18 11h24
Cadê as provas?... grampos telefônicos, contas na suíça, ameaças de morte, números de contas bancárias, malas de dinheiro... ao invés disso o que se tem são delações premiadas de eminentes corruptos, presos, que são achacados por inquisidores sob a promessa de redução de pena caso delatem determinada pessoa... Enquanto isso acontece vemos Temer, Aécio, Serra, alkmin e outros corruptos de plumagem colorida, mesmo com a existência de uma vasta gama de provas contra os mesmos, serem sistematicamente ignorados por esse judiciário parcial. E indo além do mérito do texto, a tese do autor está sustentado por argumentos muito frágeis, simplistas, próximos à infantilidade.
16
29
ALEX R  16.05.18 10h30
Acho bizzaro ALGUNS defendendo o senhor "lula" oras é fato que seu governo foi e exemplo dos demais anteriores uma organização criminosa. Seus tentáculos estavam em subornos, propinas, desfalques em Estatais entre tantas coisas criminosas ....Dai vem esses "alguns" e o defendem... Deveríamos estar felizes por políticos irem presos e pagarem pro seus crimes mas n somos babacas ao ponto de defender quem nos assalta e não podemos reagir...
25
12
Angela   16.05.18 09h22
Esse é o mestre em análise de discurso.. Parabéns Professor..orgulho em ter sido tua aluna..
32
24
alexandre  16.05.18 08h55
parabéns, professor, chega de cinismos e, principalmente, de impunidade.
34
24
Robélio Orbe  16.05.18 08h01
Raramente leio os tetos deste cidadão, esquerdista por natureza, mas o titulo desta matéria deixou-me curioso e resolvi perscrutar as poucas linhas do referente artigo. Parabéns por comparar as marchinhas da "liberdade", pois concordo que foi uma versão chula da anterior.
22
16