Paulo  13.05.18 06h12
Talvez faltou ao nobre sineasta a sensibilidade para perceber que as empresas daqui arcam com uma carga tributária absurda, e muitas estão fazendo um esforço sem tamanho para conseguir pagar seus funcionários e sobreviver.
51
9
Luis  13.05.18 01h10
Bruno Bini, empresas preferem patrocinar políticos, é toma lá dá cá.. jamais vão investir em cultura.
33
15
Frederico  12.05.18 23h10
Certíssimo. Gestão desastre na SEC!!
14
17